NOTÍCIAS

  • Ageppen Brasil

SINDCOP lamenta morte de policial penal da P2 de Guarulhos, baleado quando chegava em casa

CARLOS VÍTOLO

É com profundo pesar, que o SINDCOP lamenta a morte do policial penal Adriano Alves Koch, ocorrida na noite de sábado (9). O sindicato se solidariza junto aos familiares neste momento de dor e tristeza.

Segundo as primeiras informações, o policial penal, que trabalhava na Penitenciária 2 "Desembargador Adriano Marrey" de Guarulhos, chegava em casa, por volta das 21h, no Jardim Pirajussara, em Campo Limpo, zona sul de São Paulo, quando foi surpreendido por bandidos, que anunciaram um assalto.

O policial penal reagiu, houve troca de tiros e o servidor foi baleado três vezes. Ele foi socorrido ao Hospital do Campo Limpo, no entanto, não resistiu e morreu.

As informações apontam que o policial penal havia comprado um aparelho de TV e que chegava em casa utilizando o serviço de um carro de aplicativo, quando foi surpreendido.

O crime foi registrado no 47º Distrito Policial do Capão Redondo. Informações não confirmadas destacam que a polícia trabalha com hipótese de suposta execução.

O presidente do SINDCOP, Gilson Pimentel Barreto, relata que Adriano acompanhava de perto as lutas da categoria, participando, por diversas vezes, das manifestações em Brasília pela criação da Polícia Penal, bem como, na Assembleia Legislativa de São Paulo e na Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP), em defesa dos direitos dos policiais penais.

O SINDCOP lamenta a perda de mais um policial penal e cobrará das autoridades a urgência na apuração dos fatos. Fonte:http://www.sindcop.org.br/blog/ler?link=sindcop-lamenta-morte-de-policial-penal-da-p2-de-guarulhos-baleado-quando-chegava-em-casa


66 visualizações0 comentário

© 2019 Copyright AGEPEN BRASIL.
Desenvolvido por Bonita Comunicação Digital.