NOTÍCIAS

POLICIAIS SOB ATAQUE: AGENTE PENAL DO PA É AVEJADO A MANDO DE 'FACÇÃO ' AO SAIR DE CASA

Criminosos estavam de tocaia próximos à casa do policial penal Martins na manhã dessa quinta-feira (22/7), quando o acertaram com 5 tiros; felizmente seu estado de saúde é estável Na manhã dessa quinta-feira (22/07), o policial penal paraense, identificado como 'Martins', foi vítima de um atentado ao sair de sua residência. Martins foi alvejado com 5 tiros, 3 atingiram o colete e 2 acertaram os dois braços do policial, mais um retrata dessa lastimável situação de insegurança que aflige familiares e os próprios policiais penais e miliatres do Estado. Segundo as informaçõs repassadas ao JTNEWS, Martins estava indo trabalhar quando três criminosos que estavam de tocaia o acertaram. O crime aconteceu no bairro Almir Gabriel, localizado no município de Marituba (PA), região metropolitana de Belém. Sem risco de morte, o policial que atua no Hospital Geral Penitenciário (HGP), foi atendido pelos médicos e felizmente, seu estado de saúde não é grave.

Ouça os aúdios do momento em que o policial confirma o atentado e pede apoio aos seus companheiros

"Apoio, apoio, apoio, apoio. Estou aqui na UPA de Marituba, sofri um atentado e levei tiro, estou na UPA, alguém me ajuda por favor!"


Desde o ano passado, o JTNEWS vem noticiando sobre o estado de calamidade na segurança dos policiais paraenses, em especial dos policiais penais, bem como a nova onda de ataques e atentados comandados por facções criminosas que atuam no País com forte presença no Pará.

Onda de ataques

Dessa vez, o crime organizado não vitimou nenhum agente de segurança paraense, porém a onda de ataques que vem ocorrendo principalmente durante o mês de julho tem sido bastante intensa. No dia 10 de julho, um policial penal temporário já havia sido vitimado pelo crime organizado, era Wellington Cláudio Lima Coimbra, que foi covardemente asssassinado no Grajaú em Ananindeua, região metropolitana de Belém do Pará. Wellington tinha 38 anos, deixou esposa e filhos.

No dia seguinte (11/7), dois agentes policiais penais perceberam a movimentação dos criminosos próxima às suas residências e com a presença de outro policial penal percebido pelos bandidos estes vieram a fugir sem a consumação de mais um ato covarde e criminoso.


No dia 12 de julho, a vítima fatal desta vez foi o sargento da Polícia Militar do Pará, Marivaldo Lopes, que foi covardemente assassinado. Marivaldo Lopes da Silva tinha 48 anos, estava atuando no Sistema Prisional do Pará há anos, cedido à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) sendo lotado no Comando de Operações Penitenciárias (COPE).

No dia 13 de julho, um agente policial penal foi atacado ao sair de seu plantão. Recebido com tiros que atingiram a barriga, braço e perna ao chegar em sua residência foi socorrido e se encontra bem. Como é possível notar, grande parte desses atentados ocorrem nas proximidades das residências ou no momento que os policiais estão chegando em suas casas. No dia 23 de janeiro de 2020, em um dos primeiros casos dessa nova onda de atentados aos servidores de segurança pública paraenses, o agente prisional temporário do Sistema Prisional do Pará, Fernando Marinho Dantona dos Santos, de 26 anos, foi alvejado por 2 tiros no peito, em frente à sua residência no Distrito de Icoaraci, no Conjunto da Cohab em Belém do Pará, por 2 homens em uma moto. O JTNEWS também foi informado de que tais criminosos presos na tarde de da última quarta-feira (21/07), já haviam recebido ordens de atacar contra a vida do policial penal e diretor do Sindicato dos Policiais Penais do Estado do Pará (SINPOLPEN-PA), Demétrius Lemos.

Segundo relato de policiais, foram encontradas fotos e informações de Lemos nos celulares dos bandidos, bem como tem registros informativos de que o delinquente Fabrício Monteiro [já preso] acusado da morte do agente prisional, Fernando Marinho foi visto rondando a residência do policial penal Demétrius Lemos. FONTE: https://www.jtnews.com.br/noticias/policiais-sob-ataque-agente-penal-do-para-e-alvejado-a-mando-de-faccao-criminosa-ao-sair-de-sua-residencia-11017.html#.YPrwDrQxiyw.whatsapp

14 visualizações0 comentário