NOTÍCIAS

PARÁ: ATENTADOS A POLICIAIS PENAIS CONTINUAM

As câmeras do estabelecimento comercial registraram toda ação criminosa dos bandidos, ocorrida na útima quinta-feira (9/4) em Castanhal no Pará, o policial penall Pablo Gustavo era o alvo do atentado Na noite dessa útima quinta-feira (8/4) em Castanhal no Estado do Pará, houve mais um atentado contra a vida de um policial penal, desta feita o profissional da segurança pública da Polícia Penal do Estado escapou ileso, pois, por minutos ele havia saído do local onde os criminosos chegaram à sua procura. Foto dos criminosos capturada pela câmera de segurança A Polícia Militar do Pará, por meio da 3ª Superintendência Regional da Zona do Salgado (RISP/PM), registrou a ocorrência no Município de Castanhal como possível tentativa de atentado contra policial penal.

O termo de ocorrência narra literalmente assim: "Por volta de 19:30 horas, um grupo armado invadiu um depósito de bebidas a procura de um agente penal, o qual tinha acabado de sair do local. O mesmo já tinha sido avisado de que iriam tentar contra a sua vida. Fato semelhante aos que estão ocorrendo no estado, sendo que a facção está por trás das mortes de policiais penais para pressionar o sistema penitenciário...", assim descreveu a autoridade policial militar responsável pela ocorrência.

FOTO: REPRODUÇÃO Foto de um dos criminosos capturada pela câmera de segurança

O JTNEWS falou ontem (9/4) diretamente com o Policial Penal, Pablo Gustavo P. da Silva, o qual seria o alvo do atentado à bala planejado pelos criminosos, que, inclusive aparecem nos vídeos repassados a este Portal de notícias.

O agente da Polícia Penal paraense disse que naquele local onde os criminosos chegaram abordando com arma em punho as pessoas presentes, ele (o policial Pablo) estava ali a pouquíssimos minutos, pois ali é uma empresa comercial e depósito de bebidas pertencentes aos seus familiares.


Os delinquentes já chegaram procurando pelo "polícia", dessa forma bravejavam repetidas vezes, e já com armas em punho, as câmeras registram no mínimo 3 delinquentes na ção criminosa.

Os familiares do policial Pablo Gustavo informaram a este, que havia dinheiro, celulares e outros objetos de valores, mas eles [os criminosos] nada levaram, demonstrando claramente que o interesse era tão somente tirar a vida do policial penal, de forma covarde como vem ocorrendo desde o mês de setembro do ano passado, sem que as autoridades institucionais consigam dar um basta nessa barbaridade que, com esse atentado já contabiliza no mínimo 18 (dezoito); cuja estatística não tem sido suficiente para cessar o silêncio sepulcral do governador do do Pará, Helder Barbalho (MDB-PA), que continua inerte com relação ao combate efetivo desses crimes bárbaros praticados a mando da facção criminosa do Comando Vermelho.


Destacando que recentemente foram divulgados vários áudios comprometedores, que supostamente comprovariam uma negociação da cúpula da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP-PA), com a cúpula criminosa que comanda as mortes dos policias penais no estado do Pará.

O JTNEWS indagou do policial penal, Pablo Gustavo: como você se sente sabendo que escapou da morte dessa forma? A resposta foi bastante objetiva:

Pablo Gustavo: "Me sinto coagido, preso dentro da minha própria casa, e sem a garantia do meu direito fundamental de ir e vir em segurança ao meu próprio trabalho.


Fonte:https://www.jtnews.com.br/noticias/para-atentados-a-policiais-penais-continuam-por-pouco-o-policial-penal-pablo-gustavo-nao-foi-mais-uma-vitima-fatal-9994.html#.YHHB3JcN0KA.whatsapp

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo