NOTÍCIAS

LIDERANÇAS DA POLICIA PENAL FEDERAL FILIAM-SE À ASSOCIAÇÃO DOS POLICIAIS PENAIS DO BRASIL

Importantes lideranças da Polícia Penal Federal filiam-se à Associação dos Policiais Penais do Brasil Aconteceu nessa sexta-feira (6/7) em Brasília a filiação de importantes lideranças dos policiais penais federais à Associação dos Policiais Penais Federais (AGEPPEN-BRASIL). O ato solene de filiação ocorreu na sede da entidade de classe de âmbito nacional em Brasília no Distrito Federal e foi presidido pelo seu presidente, o policial penal aposentado e advogado, Jacinto Teles Coutinho.

Os policiais penais federais que filiaram-se à AGEPEN-BRASIL nessa útima sexta-feira, são: Diego Mantovaneli, Gilvan Albuquerque, Fernando Vásquez e Varlei Ferreira. Os policiais atenderam ao convite formulado pelo presidente da Entidade, Jacinto Teles, que os cumprimentou dando as boas vindas à Entidade de defesa das prerrogativas dos policiais penais a nível nacional.

O dirigente classista nacional, destacou para os novos integrantes da Asssociação de âmbito nacional, que a participação destes como policiais penais federais é fundamental para o fortalecimento da luta conjunta em defesa do engrandecimento estratégico da Polícia Penal, e, sobretudo pela regulamentação desta nos estados, DF e na União. Os policiais penais federais ora associados à Associação dos Policiais Penais do Brasil, são profissionais com amplo conhecimento na execução penal federal e com vasta experiência estratégica no meio policial penal. Fernando Vásquez por exemplo tem dedicado parte importante do seu tempo para estudar e tentar desvendar o interesse de empresas de segurança privada pela cogestão e privatização prisional, o que tem lhe garantido afirmar "que as atividades-fins da Polícia Penal jamais poderão ser objeto de cogestão ou privatização."

Diego Mantovaneli tem amplo conhecimento do sistema penitenciário nacional, facilmente comprovadas pelas relevantes funções já desempenhadas nessa área, inclusive, foi o presidente do primeiro Grupo de Trabalho (GT) constituído oficialmente no Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), o qual teve como objetivo a elaboração da minuta de lei visando a regulamentação da Polícia Penal [que, diga-se de passagem ainda não viabilizada pela atual gestão do Ministério da Justiça e Segurança Pública], bem como, atua no momento como membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), além de outras funções relevantes que desenvolve no Depen. Gilvan Albuquerque é atualmente o presidente do Sindicato dos Policiais Penais Federais no Distrito Federal (SINDAPPF-DF), e assim, traz sua importante experiência de organização classista em defesa dos policiais penais do País; portanto, contribuirá de forma especial nas ações que a Ageppen-Brasil vem implementando em defesa da regulamentação da Polícia Penal.

Não menos experiente é o policial penal federal, Varlei Ferreira que dentre várias funções na execução penal, também é dirigente classista do Sindappf-DF e vem destacando-se pela determinação de luta em prol da regulamentação da Polícia Penal Federal.

Oportunamente a Associação dos Policiais Penais do Brasil promoverá o ato de posse dos policiais penais federais que irão compor a Diretoria da Ageppen-Brasil, conforme deliberação da assembleia geral que aprovou os cargos para a representação junto ao Sistema Penitenciário Federal. FONTE: https://www.jtnews.com.br/noticias/importantes-liderancas-da-policia-penal-federal-filiam-se-a-associacao-dos-policiais-penais-do-brasil-11191.html#.YQ_EAgZATcQ.whatsapp


74 visualizações0 comentário